I Workshop-Escola de Informática Teórica (WEIT)

revised by: Jacky

Entre 25 e 27 de agosto ocorreu o Primeiro Workshop-Escola de Informática Teórica (WEIT-2011) com 23 apresentações de artigos, além de palestras, tutoriais e minicursos voltados à computação, o evento contou com palestrantes conceituados, que abordaram assuntos de altíssima relevância como Lógica Fuzzy, Modelos Computacionais, Algoritmos Genéticos e Culturais, Modelos de Agentes e Sistemas Multiagentes entre outros. Gostaria de compartilhar aqui duas conclusões muito importantes sobre a ciência da computação que pude conceber assistindo os trabalhos apresentados.

Fato I: Ao contrário do que muitos imaginam o computador é apenas uma das tantas ferramentas que existem em nossa área. A computação como atividade fim não está voltada somente ao desenvolvimento de técnicas para aperfeiçoar o desempenho operacional deste instrumento que revolucionou o nosso cotidiano nas ultimas décadas.  Essa ciência propõe entender, desenvolver, ampliar e aplicar metodologias, procedimentos e ferramentas que objetivam a resolução dos mais variados problemas através de processos formais bem definidos acumulando, analisando e depurando dados obtidos ao longo desse processo para organizá-los de forma coerente devolvendo-os como informação de qualidade ao usuário final.

Fato II: As duas últimas apresentações chamaram minha atenção. A sessão técnica 9 iniciou com uma explanação clara sobre o relativismo do conhecimento adquirido e como seria possível desenvolver autômatos que relacionam conhecimentos entre si. O Dr. Antônio C. da Rocha Costa trouxe uma abordagem concisa sobre o tema possibilitando a audiência vislumbrar um futuro próximo onde as máquinas computacionais estarão reavaliando as concepções pré-concebidas através de uma programação prévia, ou seja, a capacidade da maquina de se reconfigurar de acordo com o ambiente. Logo após fomos brindados com a palestra de encerramento trazida pela Drª. Simone André da Costa Cavalheiro que apresentou um trabalho em desenvolvimento onde é proposto um novo modelo para máquina de Turing no qual ela seria capaz de desenvolver-se através de dados obtidos por outras máquinas e com o ambiente.

Analisando esta ultima sessão me ocorreu imaginar que computação, como ciência de vanguarda que é, avança no sentido de criar uma máquina capaz de se desenvolver, ou seja, parece que estamos próximos de criar um computador cognitivo, que seria capaz de aprender e até se reproduzir, talvez possa parecer um devaneio de minha parte, mas na verdade existem fortes pesquisas nessa área mundo a fora, por isso recomendo aqui alguns links que podem esclarecer melhor esta idéia:

• Computador cognitivo será inspirado no cérebro de um camundongo

• Nova arquitetura de chips permite simular comportamento do cérebro humano

• Projeto “SyNAPSE” by IBM

E vc aí pesando que “Eu Robô” é ficção…

Mais sobre o WEIT clique aqui

Galeria de fotos

O WEIT-2011 foi organizado em conjunto pelo PPGC-UFPel e pelo C3-FURG, com apoio da SBC, Fapergs e CAPES.

Anúncios
Publicado em Eventos, Inteligencia Artificial, Produção Cientifica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: